Quarta-feira , 17 Julho 2019
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Kizumonogatari / Kizumonogatari 02

Kizumonogatari 02

Feliz ano novo, minha gente! Como estão vocês neste novo capítulo que começa na vida de cada um de nós? Animados com os planos que fizeram durante a virada? Ansiosos com os eventos que os aguardam no futuro? Seja como for, um novo arco se inicia, não só para cada um de nós, mas também para o Moshi Moshi, e para começar o ano com o pé direito, o que poderia ser melhor do que o segundo filme de Kizumonogatari que eu havia prometido desde o ano passado? A verdade é que inicialmente eu planejava fechar o ano lançando este filme, e de fato, ele estava pronto desde o ano passado, mas um fator que eu não havia incluído na equação acabou impedindo os meus planos: a velocidade da minha internet. Por causa do tamanho do filme, eu acabei levando mais de 30 horas para upá-lo no servidor, algo que eu só podia fazer de noite já que a minha internet é compartilhada. De todo modo, por mais que não tenha sido dentro do prazo que eu havia dito ou gostaria de ter lançado, como prometido, aqui está a segunda parte do arco que deu início a tudo.

Na primeira parte vimos como um simples encontro casual com uma colega de classe foi o gatilho que fez as engrenagens do destino do Koyomi começarem a girar, e assim como peças de dominó postas em pé uma de frente para a outra, uma vez que a primeira peça tenha sido derrubada, uma reação em cadeia se inicia e uma sequência de eventos é o que se segue. Nesta parte da “sequência” vemos o Koyomi lutar contra os três vampiros que levaram os membros da Heart-under-blade usando os poderes de vampiro que ele nunca quis. Tão bom quanto o primeiro, uma das coisas para as quais chamo a atenção de vocês são as cenas de luta: a fluidez com a qual a Shaft as animou é simplesmente maravilhosa, desde os detalhes do ambiente até o enquadramento e os efeitos da câmera. Uma coisa bem legal que a Shaft faz, não só nos animes da franquia monogatari, mas em vários outros que produz, é usar em sua plenitude tanto a imagem quando o diálogo na construção da narrativa, e o que é melhor, muitas vezes ela não as combina, mas ao invés disso, usa as características exclusivas de cada uma para adicionar uma profundidade à narrativa que nem sempre vemos em histórias contadas neste formato. Não sei vocês, mas eu acho incrível as caras e bocas que a Tsubasa faz durante toda a série. Quantas linhas de diálogo seriam precisas para descrever o significado de cada uma daquelas expressões? Muitas, se você não for um roteirista medíocre, mas como um episódio de anime não é um romance no qual a única via de comunicação é a escrita, essas muitas linhas podem ser resumidas em um único frame, e só de olhá-lo somos capazes de entender o que ela quer dizer sem falar uma palavra. Da mesma forma, tem certas coisas que só podem ser feitas através de diálogo, o que para mim que sou tradutor às vezes é desafiante, mas ao mesmo tempo muito divertido. Uma coisa que é um tanto frequente nos animes da franquia monogatari é o jogo de palavras que eles gostam de fazer, algo que muitas vezes não tem como traduzir e é preciso ser adaptado, e neste filme não foi diferente. Às vezes é preciso ser criativo e ressignificar o que está sendo dito, outras vezes precisamos buscar ajuda em outra língua, mas na maioria das vezes, apenas ter um bom editor trabalhando com você basta. (。•̀ᴗ-)✧ Melhor ainda é quando a Shaft faz isso ao mesmo tempo: o diálogo conta uma história e a cena outra, algo que vocês já devem ter notado dada a frequência com que isso ocorre em monogatari e pessoalmente eu adoro.

Outra coisa digna de nota é a trilha sonora. Com arranjos suaves e tranquilos, mas às vezes animados, as músicas que tocam ao fundo ajudam a construir um clima único à série, fugindo às músicas genéricas que tocam ao fundo e muitas vezes passam despercebidas por nós por não serem ruins, mas não terem nada de especial. Isso é algo que eu não tinha comentado no post do primeiro filme, mas a música que toca ao fundo quando a Tsubasa e o Koyomi conversam sobre o rumor de que há uma vampira na cidade foi tão cativante para mim que eu assisti àquela cena várias vezes sem sequer prestar muita atenção ao diálogo, só para poder ouvi-la. Por isso eu, que já tinha gostado da versão instrumental, adorei ouvir a versão completa no encerramento.

Acho que já deu para perceber, mas eu não sou um simples fã da franquia. Não sou o maior que existe, isso eu garanto, mas quando se trata de apreço e dedicação, sei que não perco para ninguém, de forma que o filme que vocês (com sorte) estão prestes a baixar e assistir seja a melhor versão que vocês poderão encontrar. Se tiverem algo a dizer sobre o filme, saibam que estou atento e disposto a acomodar, na medida do possível, quaisquer sugestões que vocês possam ter. Para mim é um prazer enorme fazer este filme por si só, mas vocês que também irão assisti-lo não são menos importantes. Eu gostaria de dar um prazo quanto ao lançamento do terceiro filme, mas no presente momento a única tradução disponível é a tradução oficial feita pela Aniplex lançada nos BDs licenciados na américa do norte, e pessoalmente a tradução, por mais oficial que seja, é tudo menos boa. Como a gente sabe, existem fãs e fãs. Alguns são impacientes e assistem à primeira versão que conseguirem encontrar. Outros são compreensivos e esperam até quando a paciência deles permitir, o meio termo que parece mais saudável, mas existem fãs como eu, que podem morrer de esperar, mas não assistem até acharem uma versão que os satisfaça. Qualquer que seja o tipo de fã que você é, não cabe a mim julgar. Ao lançar estes filmes, eu tenho plena ciência de que quem queria assisti-los já os assistiu e só irá baixá-los para ver se esta versão é melhor do que a que eles têm. Por esse mesmo motivo, saibam que até que eu possa oferecer a vocês uma versão da qual eu possa me orgulhar, o terceiro filme segue sem prazo de lançamento. Enquanto isso, eu vou concentrar os meus esforços para lançar outros títulos da franquia monogatari.

Por fim, quero apenas dizer que eu fiz um v2 do primeiro filme para consertar um erro de tradução em um dos types, um daqueles que passam tão rápido e são cheios de texto que se quiser ler, você precisa ficar com o dedo em cima da tecla de pausar e apertar rápido assim que o frame piscar na tela, afinal, não seria o monogatari que conhecemos e amamos se não tivesse isso. Fora isso, eu editei umas linhas da prévia para que ficassem iguais às linhas correspondentes que aparecem no segundo filme. No mais, espero que se divirtam revendo esta “masterpeça” como costuma dizer um amigo meu. Nos vemos quando menos esperarem. Até lá!

Link Direto

Veja Também

Owarimonogatari 03-06 (Blu-ray)

Tudo bem, minha gente? Sei que já faz um bom tempo que não lançamos nada …

7 Comentários

  1. Começando o ano com tudo!
    Muito obrigado!
    Não tem problema ter demorado sempre existem coisas que atrapalham!
    Muito obrigado mesmo moshimoshi!

  2. Ainda espero as outras temporadas de Monogatari passarem por aqui.
    Obrigado pelo filme!!

  3. Eu quero muito ver o filme. Maldita hora q o pc foi estragar.

  4. Muito obrigado por disponibilizar mais uma opção para assistir esse ótimo filme da franquia! Não sei se já te disseram isso, mas vc tem jeito com as palavras, conseguiu me convencer a baixar algo que já baixei e assisti em uma qualidade que considero acima da média. Pelo que falou a versão de vcs ficou maravilhosa hein… Enfim, vamos lá ver como ficou hehehe

    Ótima notícia que o fansub não vai abandonar a franquia monogatari que ultimamente tem aparecido pouco nos fansubs da vida e com uma qualidade meio duvidosa, saindo aqui pelo MM sabemos que vai ser coisa bem feita. Se me permite, gostaria de deixar uma sugestão: começarem por Bake e Owari 2nd. Bake como é mais antigo já é meio difícil de achar e Owari 2nd eu só encontrei umas versões bem ruinzinhas.

    • Desculpe o atraso na resposta, mas eu estive focado trabalhando atrás das cortinas em outros projetos. Primeiramente, agradeço pelo elogio. Eu já fui chamado de prolixo, então fico feliz de saber que às vezes a minha tagarelice não é de todo ruim. Com relação à sua sugestão, por enquanto eu não tenho planos para fazer Bake, e como eu já tenho metade de Owari 1 traduzido, será mais fácil começar por ele. Se tudo der certo, ainda este ano eu terei lançado ambas as temporadas de Owari, e quando esta etapa estiver concluída, poderei aceitar sugestões para decidir qual será o próximo passo.

  5. Aguardo ansiosamente pelo lançamento do Owarimonogatari e temporadas seguintes, já q pra esses realmente não há boas versões traduzidas (pro Owari 2 quase não há nem boas versões em inglês).
    O Kizu obviamente já assisti, mas quando eu resolver reassistir, vou pela sua versão. 🙂

  6. Ficamos aguardando por owarimonogatari 1 e 2 e mais kizumonogatari 3 com selo de qualidade do moshimoshi.
    E também koyomimonogatari para não faltar na lista.
    Boa sorte!
    Ficamos aguardando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *